Autoclave e a esterilização de equipamentos

Autoclave e a esterilização de equipamentos
A Autoclave, é um equipamento de esterilização, muito utilizado por diversos profissionais, desde uma manicure que esteriliza seus alicates, até um ambiente hospitalar, que precisa desinfetar seus equipamentos para evitar contaminações. A esterilização por meio da Autoclave acontece, através de suas altas temperaturas de vapor com pressão, fazendo com que quaisquer impurezas, vírus ou patógenos, sejam eliminados de todos os equipamentos.   Feita em diversos tamanhos, a autoclave consegue fazer a esterilização de múltiplos equipamentos, tais como: alicates, palitos em aço inoxidável, cortadores de unha, utensílios odontológicos como bandejas e bisturis, e nos modelos maiores (industriais) como o modelo hospitalar, elimina possíveis patógenos de instrumentos cirúrgicos como pinças, tesouras e separadores, e também laboratoriais como: pipetas, tubos de ensaio, vidros, placas, entre outros. Feita em diversos tamanhos e modelos, a Autoclave é um equipamento essencial para trabalhos onde existem riscos de contaminação de equipamentos e de usuários. Mas como ela funciona? Criada em 1874 por Charles Chamberland, a Autoclave foi desenvolvida por conta da necessidade de ter uma máquina que pudesse eliminar vírus, germes, bactérias, e diversas contaminações do equipamento hospitalar utilizado para o teste e desenvolvimento de vacinas. A partir deste período, a Autoclave foi sendo aperfeiçoada por diversos usuários, sendo possível encontrar os mais variados modelos no mercado, para os mais diversos tipos de negócio. Alguns exemplos de profissionais e locais, que devem fazer uso da autoclave no seu dia a dia de trabalho:    
Esterilização de equipamentos na Autoclave: alicates, pinças, piercings entre outros.
Outra opção muito parecida com a autoclave, é a estufa. Você sabe dizer a diferença entre ambas?   A estufa é conhecida por fazer a esterilização a seco, enquanto a autoclave faz a esterilização por meio de vapor e pressão. Ambas possuem funcionalidades parecidas, mas vale a pena buscar saber qual ferramenta é mais útil para o seu trabalho. Para que a esterilização seja mais eficiente, algumas recomendações devem ser seguidas:
  • Embale cada objeto num papel próprio para esterilização, que tenha passagem para o vapor.
  • Ao fazer a esterilização de mais de um objeto, tenha a distância de no mínimo 1 cm entre eles.
  • Evite colocar as embalagens de maneira que fiquem muito próximas das paredes da autoclave. O calor em excesso, pode danificar o objeto a ser esterilizado.
  • Se possível, ao fazer a esterilização de diversos objetos numa só vez, utilize um suporte. Isso fará com que a eficácia da esterilização seja muito maior.
  • Após esterilizar o equipamento, evite o contato direto com superfícies frias. Isso poderá ocasionar vapor dentro das embalagens.
  • Sempre utilize ao menos duas camadas de material esterilizado para apoiar o objeto.
  Lembre-se: O material utilizado para embalar os objetos dentro da autoclave, é descartável! Então, é proibida a reutilização dessas embalagens para uma nova esterilização.
Materiais embalados corretamente para esterilização
Siga todos os passos corretamente, respeitando as orientações do fabricante, e utilizando o equipamento da maneira mais estéril possível. Qualquer falta de cuidado no manuseio de tais objetos, pode causar complicações e reações sérias e indesejadas.   Fique sempre atento e utilize com segurança.

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE

NÃO PARE POR AQUI

VEJA MAIS

Carrinho

0

No products in the cart.

Entrar na lista de espera Avisaremos quando o produto chegar em estoque. Por favor, deixe seu endereço de e-mail válido abaixo.