Tubos para coleta de sangue – conheça as diferenças

Os tubos para coleta de sangue apresentam alta complexidade. É um material de laboratório de vidro ou plástico, podendo ser também a vácuo. As duas matérias-primas apresentam igual qualidade, porém, o de plástico costuma ser mais comercializado em qualquer distribuidora de material de laboratório por não quebrar.

Os enfermeiros e técnicos/auxiliares de enfermagem devem conhecer as especifidades dos tubos para não comprometer o resultado dos exames. Leia nosso texto e conheça as diferenças entre tubos para coleta de sangue.

Cores das tampas dos tubos para coleta de sangue

Esse material de laboratório é diferenciado pelas cores das tampas. Cada cor é utilizada para determinada análise e o emprego errado inutiliza a coleta, forçando um novo exame. Sua distribuidora de material de laboratório, com certeza, tem materiais explicativos, mas você aqui encontra resumidamente a indicação das cores dos tubos para coleta de sangue. 1. Tampa azul – análises de coagulação Tais análises exigem coleta de plasma e são realizadas no tubo de tampa azul, pois, esta contém citrato de sódio, substância presente no plasma. O sangue deve ser homogeneizado através de imersão entre 5 e 8 vezes, a fim de evitar coagulação.

2. Tampa vermelha e amarela – análises bioquímicas e sorológicas

Os tubos para coleta de sangue com tampa vermelha e amarela contêm ativador de coágulo. Essa propriedade é fundamental para colher amostras de soro. A diferença entre as cores é que a vermelha possui gel e a amarela não.

Independentemente da cor escolhida, é necessária homogeneizar o tubo por meio de inversão de 5 a 8 vezes e mantê-lo na vertical por 30 minutos, para não ocorrer hemólise. O processo segue com a retração do coágulo e finaliza com centrifugação 3.000 rpm por 10 minutos.

Por mais que ambos tenham a mesma utilidade, encomende sempre as duas cores com seu revendedor de material de laboratório em Santa Catarina.

3. Tampa verde – análises bioquímicas

A tampa verde tem a substância heparina, a mesma contida na amostra de plasma necessária nas análises bioquímicas e na gasometria. Esse tubo possui anticoagulante e a homogeneização por inversão é feita de 8 a 10 vezes, no intuito de impedir a hemólise e coagulação.

4. Tampa roxa – análises hematológicas

Análises hematológicas investigam distúrbios sanguíneas. O tubo com tampa roxa tem anticoagulante e EDTA o que possibilita o estudo da amostra de sangue total. Após a coleta, o sangue é homogeneizado por meio de inversão de 5 a 8 vezes, processo que impede hemólise e coagulação.

5. Tampa cinza – análises glicêmicas

O tubo com tampa cinza possui fluoreto de sódio com EDTA. A amostra sanguínea com coagulante é homogeneizado através de imersão de 5 a 8 vezes, impedindo a hemólise e coagulação.

Conhecer as diferenças entre tubos para coleta de sangue é dever dos profissionais responsáveis pelas análises clínicas. Confira em nosso site outros conteúdos sobre segurança em saúde e mais sobre material de laboratório em Santa Catarina.

CONHEÇA NOSSA LOJA ONLINE

NÃO PARE POR AQUI

VEJA MAIS

papanicolau

Para que serve o exame Papanicolau?

O teste de Papanicolau ou preventivo, é um exame ginecológico realizado como prevenção ao câncer do colo do útero, é

Carrinho

0

No products in the cart.

Entrar na lista de espera Avisaremos quando o produto chegar em estoque. Por favor, deixe seu endereço de e-mail válido abaixo.